Acesse nossas flores anteriores

MANACÁ-DA-SERRA


    
O manacá-da-serra é uma árvore nativa da Mata Atlântica que cresce desde o Rio de Janeiro até Santa Catarina. Nesta época do ano oferece um belo espetáculo de cor que pode ser admirado pelos paulistas que descem para a Baixada Santista.

NOMES POPULARES:    manacá-da-serra, jaguatirão, pau-de-flor, flor-de-quaresma

NOME CIENTÍFICO:      Tibouchina mutabilis

FAMÍLIA:                      melastomatáceas

DESCRIÇÃO:               Árvore que pode alcançar de 7 a 10m de altura, com flores cujo colorido varia do branco ao roxo, à medida que envelhecem. Tem copa densa e bem ramificada. Há modalidade anã para cultivo em vasos. A madeira é de qualidade inferior e não é raro que galhos com sobrecarga de folhagem e flores se quebrem. Pode ser atacada por broca.

FLORAÇÃO:                O auge da floração vai de novembro a fevereiro.

PROPAGAÇÃO:               Reproduz-se facilmente por sementes.

CULTIVO:                   É de fácil cultivo. Não exige cuidados especiais quanto à fertilidade do solo. Requer clima quente e úmido e sol pleno.

USOS:                   Como árvore de porte médio, é indicada para calçadas com 2 a 2,5m de largura e sobre as quais não passe a fiação elétrica. Pode ser plantada em jardins desde que o espaço o permita. É usada com freqüência em projetos de reflorestamento.