PRIMAVERA

As primaveras, ajudadas pela longa estiagem e pelas temperaturas elevadas, estão colorindo de maneira espetacular os jardins de São Paulo.



NOME POPULAR:    primavera, buganvília, três-marias e outros.

NOME CIENTÍFICO
Bouganvillea glabra, Bouganvillea spectabilis e Bouganvillea hybrida.

DESCRIÇÃO:       Nativa do Brasil, a primavera é uma planta lenhosa que necessita de suporte para os longos galhos. As flores, pequenas e sem valor ornamental, são envoltas por 3 brácteas, responsáveis pela coloração espetacular das floradas. Na B. glabra, as brácteas têm tons variados de roxo, violeta, rosa e lilás, enquanto que na B. spectabilis elas podem ser róseas, brancas, cor-de-ferrugem, salmão ou vermelhas. São plantas típicas das regiões tropicais e subtropicais.

FLORAÇÃO:         As flores surgem durante vários meses seguidos, dependendo da variedade, mas o pico da floração é na primavera.

PROPAGAÇÃO:       Por estacas de galho ou por alporque.

CULTIVO:           A sol pleno. A B. glabra suporta mais as temperaturas baixas do que a B. spectabilis. Ambas requerem solo fértil e bem drenado. A adubação é feita com fórmula rica em fósforo, após a poda e no início da floração.

USOS:             Usada principalmente como trepadeira sobre muros, grades e caramanchões. Pode adquirir forma de arvoreta se for podada e conduzida para formar copa, pela eliminação das brotações secundárias.