Acesse nossas flores anteriores

GAZÂNIA

       

NOME POPULAR:         gazânia 

                                                                                         
NOME CIENTÍFICO:   Gazania rigens
                               
FAMÍLIA:                  Compostas

DESCRIÇÃO:          A gazânia é uma florífera perene rústica, nativa da África do Sul, com altura média de 20cm. Em compensação,  suas flores, em tons vivos de amarelo, laranja e vinho, ou ainda rajadas ou  esbranquiçadas, formam belos canteiros e vasos coloridos, dentro e fora de casa. As folhas, finas junto à raiz e mais largas nas extremidades, são verdes na parte de cima e acinzentadas na parte de baixo. Há inúmeras  variedades, que se diferenciam quanto à cor, ao tamanho das flores  e ao grau de rusticidade.

 CULTIVO:                Pode ser feito a partir de sementes ou de mudas comerciais, prontas para o plantio.  As mudas devem ser plantadas em local com pelo menos 4 horas diárias de sol direto; o melhor solo é o arenoso e rico em matéria orgânica; as regas devem ser moderadas, pois o excesso de umidade lhe é prejudicial. Vai melhor em solos de pH entre 5,5 e 6,5, isto é, não muito ácidos. A cada 3 meses, incorpore na terra ao redor da planta um fertilizante químico rico em fósforo, tipo NPK 4-14-8. Elimine regularmente as flores que secarem para estimular a floração. Apesar de se tratar de planta perene, renove canteiros e vasos aproximadamente a cada 2 anos ou quando notar que as touceiras cresceram demais e a floração diminuiu. Isso pode ser feito em qualquer época do ano, bastando desenterrar a touceira, separar as mudas e replantar, seguindo as instruções acima.

FLORAÇÃO:            O florescimento,  que  se inicia na primavera, atinge o auge nos meses do verão, e se estende às vezes até o início do outono. As flores fecham à noite.

PROPAGAÇÃO:       Multiplica-se a partir de sementes e por divisão de touceiras.

USOS
:                
No jardim, a planta é usada em canteiros, bordaduras e vasos; vai bem também em ambientes internos, desde que vasos e jardineiras sejam colocados em locais bem iluminados, com  pelo menos 4 horas de sol direto por dia.