Acesse nossas dicas anteriores

FLORÍFERAS ANUAIS, BIENAIS* E PERENES

 Você sabe  qual é a diferença entre elas?
Veja aqui para acertar na escolha das plantas que quer ter em seu jardim.

Floríferas anuais -  Grande número de floríferas que germinam, crescem, florescem, produzem sementes e morrem no período de 4 estações, precisando ser semeadas novamente na estação seguinte . Reproduzem-se apenas por sementes. São em geral grandes consumidoras de água e envolvem renovação anual de canteiros ou vasos. São anuais, entre outras: zínia (Zinnia elegans), álisso (Lobularia maritima), tagetes (Tagetes erecta), calêndula (Calendula officinalis), gailardia (Gaillardia x grandiflora).

   
zínia                                    álisso       

Floríferas Bienais - Número relativamente pequeno de floríferas que completam seu ciclo vegetativo em 8 estações, germinando e crescendo no primeiro ano, produzindo flores, frutos e sementes no segundo, morrendo em seguida. São bienais, entre outras:  margarida- amarela (Rudbeckia hirta), cravina barbatus (Dianthus barbatus), goivo (Matthiola incana).

  
margarida-amarela
                                 cravina           

Floríferas perenes - Grande número de floríferas que vivem mais de 2 anos, florescendo anualmente, a cada nova estação. Ideais para cultivar em vasos e canteiros, sua manutenção é mais simples que as anteriores. São perenes, entre outras: zefirante ou lírio-do-zéfiro (Zephyranthes rosea), gerânio (Pelargonium hortorum), alamanda (Allamanda cathartica).

   
zefirante                                  gerânio

*Nota: De acordo com o Novo AURÉLIO,  os termos "bienal" e  "bianual " são usados como sinônimos em Botânica.

Siga-nos no