Voltar para a lista de dicas

 

DICA DO MÊS

As plantas retiram do solo, entre outros, os  elementos minerais essenciais à sua nutrição : Nitrogênio  (N), que beneficia folhas e caules, Fósforo (P), que ajuda o desenvolvimento das raízes, o florescimento e a frutificação, e Potássio (K), que fortalece os tecidos da planta e aumenta sua resistência.  

Quando o solo esgota as reservas naturais desses elementos é necessário fazer sua reposição através da adubação orgânica e/ou mineral.  A orgânica usa esterco curtido de curral, farinha de osso, húmus de minhoca, etc. Apesar de ter ação mais lenta e fornecer quantidades moderadas de quase todos os elementos,  ela melhora  em muito a estrutura física do solo. Já a adubação química, embora não  beneficie o solo, tem ação mais rápida e supre deficiências  específicas de um ou outro elemento. Os fertilizantes químicos são identificados por três números precedidos das letras NPK, como em NPK 4-14-8,  que indicam a proporção de cada um dos três elementos na fórmula. São facilmente encontrados em lojas do ramo, sob a forma líquida ou  em grãos.